Texto
Lembrará de mim pelo eterno!
Alguns são capazes se perguntar por vezes o quão será sua longevidade. A vida ─ uma dádiva divina ─ concedida aos homens em busca da continuidade, ao meu ver. De acordo com alguns pensadores, baseados em suas mentes evoluídas, este presente não passa de uma propriedade que caracteriza os organismos cuja existência evolui do nascimento até a morte. Somos então uma demonstração de que nada eterno? Nossa existência tem fim. A carne é consumida, o carbono é degradado e ao fim da noite, não há mais seu ser. É atormentador imaginar o quão insignificante parece ser. A história irá te esquecer. Nós perdemos entes amados a cada segundo que se passa. E não importa o quanto os amamos, ao longo daquilo que define como "vida", os esquecerá. "A história irá te esquecer", ouso repetir em alto e bom som.

[RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Sab Abr 16, 2016 11:46 pm

Night Suprise.


A postagem é iniciada por Hellioth Phillip Bradshaw e Liam Price Hughes. Estando então, fechada para os demais. Passando-se esta em domingo, perto das duas da manhã em dezessete de abril, em Bourbon Street. O conteúdo é livre. A postagem está finalizada.
Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 17, 2016 12:24 am

 
Shut up, I'm the fucking king, bitch.


Olhava atentamente ao redor. O que fazer? Estava tudo tão confuso, tão... Diferente. Chegara na “escola” somente há alguns dias, mas sentia-se deslocado. Queria voltar para casa, porém... Que casa? Não tinha um lar mais, tudo havia sumido – sido queimado, para ser mais exato – numa questão de minutos. Toda a sua vida desaparecera. Nenhum resquício tinha sido deixado pelos caçadores, no entanto, isso apenas aumentou a raiva do adolescente. Descontaria a sua raiva em todos os seres que surgiam em seu caminho, e, bom, a promessa já estava sendo cumprida em algumas regiões de New Orleans. Bastava uma atitude “ameaçadora” e Hellioth já eliminava o falso inimigo. Matava com medo de ser morto, afinal, não há uma maneira precisa de identificar um assassino de bruxos, certo? Tinha sido enganado pelo seu próprio namorado. Eu fui usado., esse pensamento corroía sua mente todos os dias. Não podia confiar em ninguém, nem nele mesmo. As emoções poderiam ludibriá-lo e fazê-lo mudar de foco, além disso, talvez acabasse se aproximando de alguém – o que era difícil, já que, desde jovem, havia sido uma criança desapegada de qualquer tipo de relação afetiva – e tudo mudasse. Via os sentimentos como uma maldição que todos os seres tinham que carregar.

A noite estava completamente silenciosa e obscura. Usava uma jaqueta preta de couro, camisa branca, jeans e um par de All Star. O colar com a pedra da lua ia até a região do seu peitoral. Os cabelos estavam ajeitados de uma maneira levemente desorganizada, mas nada excessivo. Inspirou o ar da Bourbon Street e ergueu uma das sobrancelhas. O local não estava tão movimentado, pelo menos, não o “exterior” da região. Podia escutar várias vozes dentro dos locais que promoviam eventos ou simplesmente davam bebidas aos clientes, entretanto, a parte de fora estava parada, exceto por... – E aí, gracinha? – A voz era máscula e completamente sombria, algo que fez Hell ficar todo arrepiado. Virou o seu rosto para o lado direito e arqueou uma das sobrancelhas quando um homem moreno e alto saía das sombras. O rosto era banhado por traços masculinos. O queixo era quadrado, e, além disso, era coberto pela barba elegante. Não havia cabelo em sua cabeça, mas isso não atrapalhava sua beleza. Os músculos saltavam um pouco de suas vestes.

Apenas revirou os olhos e bufou. – Não sou prostituto. – Foi a única coisa que disse, e então voltou a caminhar tranquilamente, até que... – OUTCH! – Gemeu de dor ao sentir um aperto forte no braço direito, e em seguida, sua visão ficou um pouco escurecida após uma pancada forte bem na parte superior de sua cabeça. O ar escapou dos seus pulmões e a fraqueza inundou o seu corpo. – Essa noite vai ser uma delícia. – Escutou a voz do homem e tentou se afastar dele, contudo, a mão do estranho era mais forte. – Me... Solta... – Sussurrou baixinho – afinal, sua voz só chegava nesse ponto – e tentou se livrar dele. Estava sendo arrastado por um beco da Bourbon Street, então, já sabia o que aconteceria.

Quando chegaram no “local fechado” – onde não poderia escapar –, seu corpo foi jogado contra a parede. – Outch. – Outro gemido. – Você geme demais, hein. Espero que não fique desse jeito quando eu for te comer. – Uma risada baixa saiu da boca do ser nojento. Pôde sentir a mão dele deslizando pelo seu peitoral, e então... – Quer começar chupando ou dando? – A proposta seria atraente em outra oportunidade, afinal, era homossexual. Contudo, estupro é – obviamente, dã – algo forçado e broxante, tsc. Abriu os olhos, que ainda não enxergavam muito bem por causa da pancada na cabeça – que agora doía. – Eu quero é... – Parou de falar e soprou na direção do homem mais velho. Uma fumaça vermelha atingiu o rosto do desconhecido, fazendo-o cair no chão e levar as mãos até o próprio pescoço.

Era uma das habilidades do bruxo, que podia criar venenos. Não era fácil, afinal, tinha que ter criatividade para isso e um vasto conhecimento no mundo da bioquímica. A névoa venenosa havia deixado o homem cego, e, aos poucos, estava fechando as suas vias respiratórias. – Vou ter que me livrar do seu corpo, sua porcaria. – Resmungou irritado.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 17, 2016 1:05 am


bang bang
Encontrando coisas novas numa noite calma.

A noite no trabalho foi tranquila na medida do possível e só nas danças particulares já tinha ganhado quase duzentos, então viva que bom que gostam de mim. Queria bater em alguns deles que passavam a mão na minha virilha, na bunda até ia porque qualquer bunda fica atraente em um short dourado apertado, mas minha virilha tinha dona e meio que cobro o serviço completo depois que provocou.

Claro que não pus ninguém realmente pra trabalhar com a minha virilha, mas não impediu alguns pervertidos se soltarem demais, mas sorri sem graça e desviei o olhar como se tivesse gostado. Ainda bem que não recebi nenhuma proposta mais íntima, o que era comum nas noites gays, eles procurar se esfregar e ver, mas a parte do “vamos ver” eles fraquejavam. O expediente se encerrou mais cedo, deixando o caminho apenas para os shows burlesques no andar debaixo.

Peguei meu sobretudo e a mini mochila de lado com minhas roupas, mas não pra vesti-las, iria assim mesmo pra casa. Não sou um garoto comum e tenho pena de quem fosse o idiota a se metes a besta com essa graça ruiva que eu era. Sorri pro barman que ficava desejando boa sorte pra quando fechassem, me despedi dos dançarinos na porta e nos dividimos pelas direções da rua. Segui olhando reto, vendo rapidamente se ainda tinha algo na cueca de grana, mas ouvi um gemido que me tirou a atenção.

Minha cueca estava realmente vazia de dinheiro, era só a etiqueta que sempre fica coçando do lado e esquecia o quanto ela parece com dinheiro. Retornando ao barulho, vinha de um beco, retornei alguns passos olhando um garoto e um suposto homem mais encorpado no chão gemendo por algo. Pensei em ajudar, mas a fala do garoto “Vou ter que me livrar do seu corpo, sua porcaria.” me apontou que a causa da morte foi ele.

Revirei os olhos pela idiotice que estava a me meter, entrei no beco olhando do garoto para o homem aparentemente já morto com cuidado. Não tinha poderes físicos, então se lançasse algo já era, mas foda-se a mim mesmo, queria saber mais sobre aquilo. Me aproximei ficando menos de cinco metros deles pra perguntar: - Como você o matou? Não foi enforcando, ou foi? Não parece cansado pra ter feito esforço físico desse nível. - Arqueei as sobrancelhas quando comentei do esforço físico porque o cara era ligeiramente pesado e forte para aquele garoto meio magrelo ter realmente feito sozinho com as próprias mãos.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 17, 2016 1:24 am

 
Shut up, I'm the fucking king, bitch.


O veneno fazia efeito, isso era bem visível. A parte branca dos olhos do rapaz começava a atingir uma tonalidade vermelha. O seu rosto também estava adquirindo a mesma cor avermelhada. Suspirou aliviado ao perceber que nenhum pouco de ar poderia adentrar os pulmões do desconhecido. De repente, uma voz masculina fez que com que Hellioth erguesse a cabeça. Um garoto ruivo e de olhos misteriosos estavam ali. Sua pele era branca e parecia ser macia. A visão do bruxo já voltava ao normal, mas a sua cabeça ainda doía de maneira constante. Bufou ao escutar a frase do rapaz. – Nossa... Ele morreu? – O seu lado dissimulado fez com que um sorriso escapulisse. – Eu não matei ninguém. – O tom de voz era sombrio e tinha um leve traço de ameaça. Ergueu a cabeça um pouco e analisou a face do desconhecido, encarando os seus olhos no final. – E se você repetir isso, aí sim eu vou matar alguém. – Disse um pouco irritado. – Mas não me importa. Já que você apareceu, vai ter que me ajudar. Bom, afinal, penso que não quer ir para a cadeia também. – Os olhos se estreitaram, pousando sobre o corpo do rapaz – que estava quase todo exposto. – Qual o seu emprego? – Arqueou uma das sobrancelhas, mas já podia deduzir qual o cargo do rapaz perante a sociedade.

– Hm... A nossa sorte é que não tem muitas pessoas nessa madrugada e... – Parou e olhou para o braço que havia sido “machucado”. A marca da mão do defunto ainda permanecia ali. – Conhece esse homem? O que fizeram para matá-lo? – Perguntava tranquilamente enquanto se aproximava do corpo e analisava cada parte. – Eu acho que alguém o enforcou. Bom, você também tirou essa conclusão, creio eu. Afinal, já chegou me acusando de assassinato! – Deu de ombros e ajoelhou-se bem próximo do corpo. Passou as mãos pela face do indivíduo e pousou-as em suas bochechas. Fechou os olhos por alguns instantes, pronto para dar características humanas ao corpo – que agora fazia parte do mundo “sem vida”, das coisas sem raciocínio –, contudo, teve que parar ao se lembrar da presença do ser vivo que estava por ali. – Pode carregar ele pra mim? – Ergueu uma das sobrancelhas. – Eu não sou muito forte. – Fez um biquinho e mordeu os próprios lábios. – Faço qualquer coisa em troca. – A última frase saiu de maneira sensual, entretanto, Hellioth sabia que palavras não seriam o suficiente. – Eu e minha carteira. – Complementou, deixando uma risadinha sair em seguida.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 17, 2016 1:51 am


bang bang
Encontrando coisas novas numa noite calma.

Me perdi em meio a tantas coisas faladas, ele estava mesmo nervoso e eu nem precisei ler suas emoções. Olhando pro corpo, o cara parecia lutar pra sobreviver com algo invisível. “O garoto é um bruxo, que graça.” Sorri com a negação do garoto, depois as ameaças e fiquei incrédulo com aquele olhar dele para minhas roupas, afinal não era eu que fui pego em meio a um assassinato. Ou quase assassinato já que nem terminar o serviço conseguiu.

Logo após aquela parte da conversa pra abafar o caso, ele tentou jogar o assunto pra mim e me fazer carrega-lo. Não me interessava aquelas palavras, já estava envolvido porque ele não sabia limpar a bagunça direito. Me aproximei do homem, abaixei um pouco para tocá-lo e pude sentir uma pressão, afirmei então para o outro garoto: - Ele ainda está vivo. - Fechei o punho sobre o peito dele, concentrei minha força e soquei o peito dele com intenção de terminar o serviço sem falhas.

Ouvi um creck e então sem mais pressão como um flash passado de filme, me levantei olhando pro jovem: - Agora ele está morto. E você não é um humano comum, tem poderes porque ele estava se sufocando sozinho então sem mentiras entre nós. - Olhei envolta procurando novas testemunhas, mas agradecendo por não encontrar nenhuma e prossegui: - Não tente jogar com as palavras, porque nem precisei ler seus sentimentos para sentir seu nervosismo e culpa por ter sido pego.

Passei a mão no rosto cansado por encontrar uma situação daquelas a essa hora: - Realmente foi uma péssima ideia não me vestir direito pra ir pra casa. - Me virei para o garoto: - Sobre o meu emprego, sou barman, dançarino e prostituto quando podem pagar e não são nojentos. E sou bruxo como você, então se tiver problema com meu ramo de trabalho pode falar e eu te deixo com esse corpo pra desovar sozinho. - Cruzei os braços e observei o mesmo, esperei uma resposta, mas também me permiti ler os sentimentos do mesmo pra tentar me preparar pra movimentos dele.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 17, 2016 2:12 am

 
Shut up, I'm the fucking king, bitch.


O silêncio reinou no beco por alguns instantes, e então, ergueu uma das sobrancelhas ao ver o ruivo se aproximar e se abaixar do outro lado do homem. – Ér... O que est... – E antes que pudesse terminar, um barulho pôde ser ouvido na direção do peito do homem – que agora, realmente, estava morto. – Metido. – Murmurou de maneira sarcástica e levantou-se calmamente. Deixaria o trabalho para o prostituto que acabara de conhecer, e então, se afastaria silenciosamente. Antes que pudesse realizar seu plano, o indivíduo começava a falar, algo que fez a espinha do bruxo gelar. – Ops. Acertou. – Disse de maneira irônica – afinal, era um dos jeitos de esconder seu medo. Virou-se, podendo colocar o desconhecido no seu campo de visão. Tinha que ser cuidadoso e não podia confiar em ninguém, nem mesmo naquele ser que havia auxiliado no assassinato. Não era algo que havia planejado, contudo, não deixaria ninguém tocar o seu corpo. Sem abuso sexual, sem tortura, sem morte ou qualquer coisa do gênero. Era um sobrevivente.

– Se eu não sou um humano comum, você também não é. Não sei como identificou, mas... – Revirou os olhos. – Tinha que ter deixado esse homem sufocar sozinho. – As palavras saíram com um pouco de raiva. – Fiz um favor para a humanidade. – Disse de maneira ousada, afinal, adorava se exibir. Passou as mãos pelos cabelos e bufou. – Ai, que bom que você percebeu meu nervosismo. Daqui alguns minutos vai perceber a minha raiva se continuar agindo como agora. – Resmungou. Irritava-se facilmente, mas tentou se acalmar ao suspirar, como se pudesse afastar toda a angústia e raiva através do ar que escaparia de sua boca.

Uma resposta fez com que Hell risse. – Prostituto? Hm... – Quando se preparava para dar o bote, o indivíduo já estava iniciando um joguinho com o bruxo mais novo. – Problema com seu ramo? – Arqueou uma das sobrancelhas, fingindo-se de desentendido. Aproximou-se do ruivo e levou uma das mãos para um local que seria inesperado – em cima de sua genitália. – Por mim, poderíamos conversar aqui mesmo. Tenho dinheiro e, bom, creio eu, que não faço parte do grupo dos seres nojentos, certo? – Sorriu de maneira travessa, porém tirou a mão de seu corpo e afastou-se. – Pode pegar. Não me importo com seu emprego. – Disse como se fosse um rei e indicou o defunto com a cabeça. – Talvez possamos conversar enquanto isso, certo? Estou entediado. – Bocejou e deu de ombros.

– Me chamo Hellioth. Sou novo na cidade e estou aqui porque... – Parou de falar. – Bom... Porque, em breve, terei que me mover para uma academia para bruxos. Talvez você conheça. Só preciso de coragem e coisa do gênero, mas não me importo. Estou sem pressa. – Simplesmente não se importava. Conseguia viver por si mesmo e sabia muito bem disso. – Não tenho emprego. – Complementou. – Como descobriu que é um bruxo? – Lançou a pergunta.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 17, 2016 2:40 am


bang bang
Encontrando coisas novas numa noite calma.

O garoto ficou se afirmando de coisas sobre o defunto como se fosse pra me convencer, mas nem eu o levava a sério pra isso, provavelmente nem ele mesmo acreditava em tais palavras. Era inacreditável como poderia ter problemas nas madrugadas e com desconhecidos, pelo menos dessa vez o enorme ogro está morto e não broxa todo suado do meu lado na cama. Depois o jovem ficou levemente irritadinho com meus comentários óbvios sobre ele, devia ser bem irritante ser decifrado por outras pessoas desse modo.

Sua reação com meu emprego íntimo foi ousada, me apalpou a virilha, sorri falsamente pra ele ouvindo a proposta de sexo e em seguida me tratando como escravo novamente. Completando então seu ego, ele se apresentará como Helliot, que estava indo pra uma academia, revirei os olhos porque um novo aluno assim seria um provável problema. Respirei fundo com as perguntas dele e olhando pro corpo começando a perde a cor, mas ele me deixou irritado com aquele abuso todo sem a minha permissão.

Me aproximei dele e peguei a mão me tocou sorrindo malicioso avisando: - Não estou mais no expediente e respeito isso. - Virei a mão dele para trás ouvindo alguns creck de ossos se quebrando, mas virei o rosto dele para olhar nos meus olhos: - Não me desrespeite de novo, eu matei meu ex namorado por menos e eu o amava, então pense bem antes de fazer algum joguinho comigo.

Soltei a mão dele mole e o rosto em seguida. Revirei os olhos e peguei o corpo com calma, coloquei sobre meu ombro direito e me virei pra ele: - Não me sufoque, porque o pervertido aqui em cima deve ter suas digitais nele e não vai conseguir esconder dois corpos. Vamos logo pro cemitério antes que madrugada acabe. - Segui o caminho pelo beco pensando nele com a mão quebrada, talvez tenha sido insensível em não perguntar como ela estava. Foda-se a mão dele, não deveria ter me tocado daquele modo só porque trabalho com sexo.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 17, 2016 3:02 am

 
Shut up, I'm the fucking king, bitch.


Franziu o cenho quando o homem pegou na sua mão. – O que vo... Crack! O barulho fez com que um grito saísse de sua boca. A dor subiu pela região e foi se espalhando pelo braço, parando somente na região do ombro. Antes que pudesse dizer qualquer coisa, o ruivo já segurava o seu rosto e falava tranquilamente. Ah, ele não sabia com quem estava se metendo. Se não precisasse de ajuda, talvez já estivesse fazendo uma fumaça de veneno para eliminar o outro bruxo. Não se assustou com a frase dele, mas não esboçou alguma reação que costumava expor – ironia, sarcasmo ou algo do gênero. – Imbecil. – Resmungou quando o mesmo se afastou e pegou o corpo do homem que estava morto. Olhou para a sua mão quebrada, e então, fechou os olhos. Alguns crecks começaram a surgir na região quebrada pelo ruivo, e eis que tudo voltava ao normal – com exceção da dor, que ainda permanecia. – Não vou gastar meus talentos com você. Pode ficar relaxado. – Deu de ombros e acelerou os passos, ficando ao lado do mesmo.

Enquanto ambos caminhavam, analisava tudo ao seu redor. – Se alguém aparecer, continue seguindo o caminho. Darei um jeito. – Comentou e suspirou. Simplesmente utilizaria de suas habilidades para fazer a vítima desmaiar. Ou talvez pudesse “dar vida” a algum ser ou a algo. Qual seria o melhor? Hm... Escolheria na hora da situação problemática. – Qual o seu nome? – Lançou a pergunta. – Já me apresentei, é sua vez, oras. – Revirou os olhos. – Ou vai quebrar os meus dentes também? – Deixou o sarcasmo sair pela sua voz, pouco se importando com o que aconteceria. Sabia somente de uma coisa: o ruivo não se aproximaria mais. Qualquer coisa o afastaria com o dom de manipular ossos ou talvez com a toxinese, entretanto, o desconhecido não podia ficar próximo. Parecia ser um ótimo combatente quando se tratava de luta corporal – algo que Hellioth não era totalmente especializado, afinal, sabia utilizar ossos para funções mais simples.

Uma brisa fresca atravessava a rua e esperava o mesmo contar sua história de vida. Enquanto tudo isso ocorria, o bruxo menor pensava em alguma mentira para relatar. Não podia confiar em ninguém... Ou será que podia? Não tinha certeza... Pelo menos, não naquele instante.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 17, 2016 3:20 am


bang bang
Encontrando coisas novas numa noite calma.

Era estranho usar os comentários de Aairah sobre a necromancia de Gwen e seus treinos com mortos para esconder um cadáver, mas era isso ou correr o risco da polícia achar o corpo e as ligações comigo e o outro garoto. Me permiti sorrir de diversão com o comentário do outro, era quase como um jogo no mais tardar, ainda que fosse um mistério se ele o mataria depois, mesmo que fosse uma dúvida e não um temor de verdade.

O comentário sobre alguém aparecer não devia me fazer sorrir, mas fez porque tirando o talento pra arrumar a mão que quebrei só o vi sufocar por tabela o homem. Poderia ser telecinese, mas teria que ser muito fraco pra não ter feito o trabalho direito, então era uma habilidade que eu não conhecia ainda, o que resume a praticamente todas que os bruxos podem ter. Logo o mesmo repetira a pergunta do nome e jogou uma piadinha sobre quebrar os seus dentes.

Revirei os olhos porque se quebrasse, ele não iria reconstruí-los com facilidade e isso já seria um problema para ele. Não tinha intenção de quebrar algo permanente de fato, foi um tiro no escuro quebrar a mão dele e o mesmo conseguir arrumar, mas preferia não abusar dos dons dele que me eram desconhecidos. O respondi pra matar um pouco de sua curiosidade: - Me chamo Liam.

Deixei o vento levemente frio passar pelo corpo e os cabelos sentindo aquele fogo no cu do bar passar rapidamente como se não tivesse sentido. Respirou fundo mantendo um ritmo calmo enquanto carregava o corpo e comentou: - Não quebraria seus dentes só pra que fique registrado. Não quebraria algo permanente em ninguém, bom talvez um pescoço, ou o peito, mas seria pra matar e são outras situações.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 17, 2016 3:37 am

 
Shut up, I'm the fucking king, bitch.


 Liam? Que nome... Interessante. – Maneiro. Belo nome, Liam. – Dissera o nome dele de forma misteriosa, deixando um sorriso cínico pousar em seus lábios. Cada palavra do rapaz despertava uma vontade estranha em Hellioth: um desejo anormal de rir. – Nossa. Que agressivo. – Ergueu uma das sobrancelhas. – És muito revoltado para uma pessoa jovem, não acha? – Continuou a caminhada tranquilamente, ainda ao lado do indivíduo. – O cemitério é muito longe? – Lançou a pergunta, já entediado. Os minutos foram passando e ele continuava carregando o defunto. – Você deve ser muito forte. Já estaria cansado de carregar um fardo. – Comentou, tentando acabar com o clima tenso. – Eu odeio o silêncio, sabe? Na verdade, é o oposto: eu odeio ficar num lugar onde tenha gente. Sempre tenho que pensar em algum assunto caso haja uma situação constrangedora onde o silêncio surge. – Mordeu os próprios lábios, mandando um tipo de indireta.

– Por que veio para New Orleans, Liam? – Virou o rosto por alguns segundos, encarando a face do ruivo. Estava um pouco curioso. Ele poderia se prostituir em outras cidades – onde ganharia mais dinheiro, com certeza. – Por que diabos não está em New York, Paris ou alguma outra cidade grande? Quer dizer, maior que New Orleans. Enfim... Poderia ganhar mais dinheiro caso estivesse em algum outro “bar”. – Deu de ombros. – Se pudesse, estaria em qualquer outra cidade. – Resmungou. – Mal cheguei e já peguei nojo por essa cidade. – Fez uma careta. As pessoas de NO eram paradas, irritantes e se achavam, algo que acabava estressando Hellioth.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 17, 2016 4:10 am


bang bang
Encontrando coisas novas numa noite calma.

“Que garoto falante, puta que pariu. Não cala a boca.” Sorri com o comentário dele e o respondi rapidamente: - Não teve o pai que eu tive. Se casou com uma bruxa pra rastrear outras bruxas e as matar. Aí quando minha mãe descobriu o que ele fazia com as amigas dela, ele forjou um sequestro pra mim. Ah, sem esquecer que tive de fugir de casa pra ele não me pegar na cama com um garoto e tem me caçado como um pai caçador faz. A diferença é que ele acha que eu devo servir a ele pra achar outras bruxas.

Dei de ombros revirando os olhos lembrando daquela cara barbuda como uma memória ruim que não ia embora, não importava quanto tempo deixasse de o ver. Era um karma lembrar daquela cara feia mesmo que não fosse mais tanto perigo pra mim como já foi um dia. Ele perguntou do cemitério e deixei meio no ar como que para emendar em outras perguntas dele e falar tudo de uma vez.

Arrumei o corpo no meu ombro: - Não é tão longe assim, só não é tão perto por ser um local sagrado e não é bem o primeiro local que quer perto de um bairro turístico da cidade. Eu tenho super força e vim pra cá pela academia. Estava fugindo de meu pai, quando matei meu namorado e descobri essa verdade de descendentes de Salem e essas coisas. Vim pra cá pelas histórias e encontrei com facilidade a academia Harris, não pretendia ficar, mas preciso saber realmente usar meus poderes.

Sorri sem graça com o jeito dele falar, parecia quase com medo de ser quebrado de novo, mas prosseguiu falando algo pra distrair o jovem: - É uma cidade reconhecida por magia, cultura e essas coisas. A academia fica aqui, já trabalhava com dança e prostituição por ser ramos fáceis de se achar em bares, então faço isso. Você não precisa amar New Orleans, você sobrevive a ela, a cidade pode não ser um sonho, mas pode aprender a ficar nela enquanto for necessário.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 17, 2016 4:33 am

 
Shut up, I'm the fucking king, bitch.


A vida não é fácil para um simples humano, então imagine como ela é para um bruxo? Caçado por homens ignorantes, além de ter que enfrentar algumas dificuldades – como tentar controlar os dons que lhe são dados quando são retirados do útero de sua progenitora. A história de Liam era completamente interessante, mas não abriu a boca para lhe fazer perguntas. Hell e o ruivo eram dois desconhecidos, que, ironicamente, se encontraram e agora estavam indo ao cemitério enterrar um corpo. Somente isso e mais nada. Sem amigos, garoto., pensou e mexeu a cabeça, como se um aceno positivo fosse mudar todos os problemas que banhavam sua mente conturbada. Olhou para o corpo do morto e sorriu de forma travessa ao ver o mesmo ficar cada vez mais pálido. Em algumas horas já estaria adquirindo um cheiro nojento, mas isso não importava para Hellioth. Somente queria se livrar da carcaça e voltar para seu apartamento alugado. Riu ao ouvi-lo falar da cidade. – Hm... Que coisa mais... Chata. – Revirou os olhos e continuou analisando o caminho que seguiam. – Vou ter que agitar esse lugar. – Comentou de maneira travessa e sorriu maliciosamente. Estava pronto para preparar o caos.

– Meus pais foram assassinados há algum tempinho. – Disse de forma repentina. – Era um caçador e... – Calou-se em seguida. – Deixa. – Bufou e revirou os olhos, permanecendo em silêncio. As memórias ainda eram bem vívidas. Conseguia se lembrar do calor do sangue em sua face, da risada do seu parceiro. Tudo era terrível. Fora enganado, fora ludibriado. Havia agido como um ser estúpido e inocente. – Ah, chegamos. – Disse com uma falsa animação ao ver o cemitério. Acelerou os passos e foi até o portão, esperando ele chegar. Antes que adentrassem, pigarreou. – Espere! – Chamou-o e cruzou os braços, deixando um sorriso travesso surgir em seus lábios.

Olhou para a lua e depois ao redor. – Tenho que ir. Ér... Não serei muito útil nesse instante. – Deu de ombros. – Não sou muito forte, como pôde perceber. – Comentou. – Enfim... Boa sorte com o corpo. – Virou-se rapidamente e começou a se mover o mais rápido possível, acelerando os passos antes que o garoto pudesse lhe pegar pelas costas. Parou repentinamente. Seria muita injustiça! – Argh... Só dessa vez. – Girou sob o próprio eixo e ficou de frente pro ruivo novamente. – Deleta o que eu disse. Vamos. – Caminhou para perto dele.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 17, 2016 6:22 pm


bang bang
Encontrando coisas novas numa noite calma.

Será que o garoto realmente pensava que ele poderia animar a cidade só com sua presença, ou era apenas algo pra se falar e manter algum assunto ridículo e não ficar quieto? Dúvidas de lado, ele quase parecia quase com compaixão pelo que falei, não precisei investigar o garoto, porque os sentimentos deles estavam fáceis de serem lidos mesmo que ele tentasse suprimir. Eu conhecia tal sentimento, era mais fácil suprimir sentimentos do que sentir todos eles e atrapalhar pensamentos lógicos.

Não iria cobrar a história dele, assim como ele não cobrou nada da minha e não iria entrar em detalhes. Tirando a culpa pelo ex já havia matado alguns ajudantes de meu pai e não sentia remorso por isso, assim como com esse corpo que carregava. Seja quem fosse, não era de valia alguma pra mais ninguém e até mesmo vivo não deveria ser. Isto é, se ele foi mesmo tentar algo contra o garoto, não sabia realmente a história que o garoto acabou tendo de matar e ele não parecia preparado pra lidar com um cadáver de qualquer forma.

O cemitério chegou à vista e com a aproximação senti o garoto receoso com o rumo das coisas. Sorri imaginando como seria a mente dele de verdade, medo de ter quase matado alguém e receber ajuda de um desconhecido, era realmente algo muito novo pra quem teve os pais assassinados. O garoto deu a desculpa de ser inútil e foi-se indo pelo caminho de volta, então prossegui pra dentro do local pedindo licença para os mortos.

Conhecia o caminho, era reto primeiro e depois... O garoto voltou. Sorri revirando o olhos, talvez estivesse um pouco culpado e quisesse estar até o fim daquela desova. Realmente o pesado nos ombros deve ter feito algo nojento pra chegar aquele momento que presencia com o sufocamento. Virei para a esquerda uma vez pela gárgula numa lápide como marca e empurrei com a mão esquerda a tampa para o lado um pouco. Demorou pra ter um real espaço de abertura, mas logo que se abriu quase metade já permiti o corpo cair naquela escuridão.

Apoiei na entrada um pouco e puxei a tampa para o local de antes, totalmente tampando o caixão de pedra e logo aquele cheiro de morte contido passaria. Peguei meus cigarros e o isqueiro de dentro da mala, coloquei um na boca e a acendi a ponta tragando um pouco. Guardei novamente as coisas na mini mala, tirei o cigarro da boca e me direcionei a ele: - O que o cara te fez? Não vou julgar. - Esperei a resposta intercalando entre outra tragada e o movimento de soltar a fumaça aos poucos da boca.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 24, 2016 12:50 am

 
Shut up, I'm the fucking king, bitch.


O ruivo não abriu a boca quando Hellioth se aproximou novamente. O mais jovem apenas deu de ombros e suspirou. Caminhava atrás dele, apenas observando o corpo do defunto. Se sentia peso na consciência? De jeito nenhum. Sua cabeça estava limpa, bem calma e tranquila em relação ao que havia feito. Na verdade, estava se sentindo melhor do que antes. Quantas pessoas o corpo não teria estuprado ou feito algo do gênero? Várias vidas haviam sido salvas de maneira involuntária. Deixou um sorriso de canto surgir em seus lábios ao pensar desse modo. Super-herói. Mexeu a cabeça, afastando esse pensamento. Odiava se ver no lugar de mocinho. Padrões e mais padrões... E, bom, não pretendia segui-los. Gostava de fazer as coisas por vontade própria, e não sobre pressão.

Ergueu uma das sobrancelhas quando pararam, e então, Liam simplesmente abriu um túmulo e despejou o corpo. – Que coisa mais... – Calou-se por alguns instantes e focou a visão no local onde o estuprador fora desovado. – decepcionante. – Complementou e fez um biquinho manhoso. – Sem inimigos ou coisa do gênero. Pensei que teríamos problemas. Que pena. – Murmurou de maneira irônica e revirou os olhos. Sentou-se em cima da tampa que impedia que qualquer pessoa violasse o túmulo e respirou fundo, passando as mãos pelos cabelos em seguida. Sua consciência estava limpa... Até demais. – Eu... – E antes que terminasse de falar, o mais velho soltou uma frase, fazendo com que as mãos de Hellioth não se movimentassem mais. Pousou-as sobre o colo e mordeu os próprios lábios.

– Ele tentou me violentar. Primeiro me puxou pro beco e... – Deu de ombros. – Consegui soltar um pouco de névoa venenosa. – Forçou um sorriso. – Ele mexeu com a pessoa errada. – Disse com todo o orgulho possível. – E agora morreu. Eu achei bem legal. Talvez possa sair matando gente que nem ele. – Arqueou uma das sobrancelhas. Sua cabeça pendeu para trás de maneira lenta, e então, os olhos claros puderam encarar as lindas estrelas. Elas brilhavam de maneira incrível, e, além disso, combinavam com a lua. – O mundo é lindo demais para os seres humanos. – A frase saiu num tom alto. – Você acredita em Deus? – Abaixou a cabeça em seguida e fitou Liam.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 24, 2016 1:26 am


bang bang
Encontrando coisas novas numa noite calma.

Traguei um pouco mais do cigarro enquanto esperava uma resposta dele e sendo franco, não foi uma surpresa. Eu poderia sorrir, mas carreguei um corpo por parte do bairro francês e estava com roupas do trabalho, então sem piadas. O garoto fizera um comentário que me deixou preocupado, mas não me segurei e sorri respondendo a opção de trabalho livre dele: - Não vai poder sair por aí matando, porque vai precisar limpar seus rastros e não vou estar sempre perto.

Dei de ombros repetindo a tragada, e soltei com as últimas falas dele. Evitei soltar a fumaça perto dele, mas o cheiro era inevitável que ele sentisse e isso não iria impedir. Dei de ombros como o início da resposta: - Acredito sim, não algo realmente religioso, mas eu sei que tem alguém nos observando.

Desviei um pouco o olhar, respirei fundo batendo na ponta do cigarro que tocava na boca para caírem as cinzas e prossegui: - Eu já estive numa fase ruim, não como um fundo do poço por bebida, ou drogas, foi algo pior. Quando é por vicio pode culpar seu costume, pode culpar quem te trouxe pra esse caminho, mas eu não tive isso. Eu sou bipolar e só ficou claro quando realmente estava nos meus dias ruins....

Sorri sem graça dando um trago e soltando enquanto falava: - Os médicos e suas teses dizem que os surtos só acontecem depois dos vinte anos, mas eu tive com quinze. Você talvez não conheça outros bruxos e bruxas ainda, mas acredite em mim quando digo que todos tem seus demônios por necessidade, eu não tenho esse ideal e o pesar. Já matei capangas do meu pai, meu ex namorado e não senti nada.

Deixei o cigarro cair no chão, pisei nele em seguida e retornei a olhar para Hell: - Pode funcionar isso de legítima defesa para muitos, eu tenho empatia e não sentir remorso em matar é uma puta ironia. Então sim, eu creio em Deus por ter a fé em melhorar o meu eu atual. Eu sei que sou destrutivo e provavelmente um bom exemplo humano de destruição, mas eu não posso fugir disso.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 24, 2016 1:53 am

 
Shut up, I'm the fucking king, bitch.


A sua frase fez com que Hellioth arqueasse uma das sobrancelhas. – Eu não preci... – Parou de falar e ficou pensativo por alguns instantes. O que teria ocorrido caso Liam não estivesse por perto? Provavelmente teria deixado o corpo para trás e... Bom, jamais saberia o que teria ocorrido. Escutou a frase do indivíduo e franziu o cenho. Cada palavra adentrava a sua cabeça e fazia com que o bruxo estremecesse. – Bipolar? Hm. – Arregalou os olhos de uma maneira teatral e apenas deu de ombros. O jovem não acreditava em Deus. O mundo era sofrido demais por causa desse “Deus”. Guerras religiosas ocorreram em nome “D’Ele”. Se esse cara, o que fica lá em cima, existe, ele é um ser mau. É cruel, é mentiroso, é interesseiro. Não se importa com ninguém, exceto consigo mesmo. Ele arranca vidas de maneiras terríveis, Ele não ajuda quem precisa. – Hm... Interessante. Você acredita, ér, “Nele”. – Riu de forma travessa e viu o cigarro – que agora estava no chão.

– Nunca acreditei em Deus. – Murmurou e deu de ombros. – Se ele existisse, o mundo seria diferente. Ou deveria ser... Pelo menos é o que eu acho de acordo com os ensinamentos que Jesus nos deu e blá blá blá. – Revirou os olhos. – Quando meus pais morreram, Deus não estava por perto. Quando eu passei fome, eu não vi esse Deus. – Arqueou uma das sobrancelhas. – Eu lembro que aprendi a rezar quando era apenas uma criança. Quando acabei escapei, rezei para que meus pais voltassem, mas... Bom, sabemos muito bem o que ocorreu. – Revirou os olhos e cruzou os braços. – Rezei para que meus poderes aumentassem... – As íris azuis brilharam. Hellioth havia se tornado um jovem ambicioso, que sempre queria mais e mais. – E se, algum dia, eu pudesse ser Deus? – Riu baixinho e cruzou os braços. Deu de ombros e levantou-se, virando ficando de costas pro rapaz.

Olhou o túmulo onde se localizava o corpo do estuprador, e então... – Nós, bruxos, somos deuses. Nós existimos, nós podemos ajudar, nós podemos matar, nós podemos fazer tudo. – Apoiou a mão direita sobre a mesma e sentiu um arrepio atravessar o próprio corpo. – Talvez possamos restaurar o politeísmo algum dia. O que acha? – Perguntou de maneira brincalhona.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 24, 2016 2:29 am


bang bang
Encontrando coisas novas numa noite calma.

Me perdi um pouco na vibe de deuses que o garoto passava, era algo como um novo estado de nós mesmo. Nunca me senti assim nesse tipo de conceito, será que estava sendo fraco por isso? Não tinha certeza. Eu conhecia os supremos e os reconhecia como mais fortes, poderia seria isso o mais perto a se alcançar dos nossos limites. Sorri malicioso e puxei o garoto para perto de mim, passei meus braços envolta dos ombros deles e segui para a saída do cemitério.

- Seguindo essa linha, precisamos nos tornar mais fortes. Numa explicação rápida há duas academias de bruxos na cidade, a das garotas e dos garotos, no total são dois Supremos, os mais fortes de todos nós. Como sabemos que são? Eles tem algo que chamam de sete maravilhas e mesmo o conselhos dos mais fortes não possuem todas as 7, só algumas delas.

Saímos do cemitério e seguimos refazendo nossos passos enquanto eu prosseguia falando pra ele: - Essas maravilhas são: pirocinese, telecinese, adivinhação, transmutação, concilium, descensum e vitalium vitalis. Concilium é o poder da ordem nas pessoas, descensum é a decida ao inferno pra ver como é o seu e tendo o tempo de retorno senão não vai sair de lá, vitalium viatlis é o poder de ressuscitar as pessoas. Sendo que, no caso de poderes de controle, eles não funcionam nos Supremos e por isso não é fácil essa troca de poderio.

Dei de ombros parando no meio do caminho para a cidade, sorri e me virei pra ele: - Não vamos sonhar demais, primeiros vamos nos focar em adquirir alguma maravilha. Só virão com o tempo, mas podemos ir com calma pra aprender, o que acha?

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 24, 2016 2:42 am

 
Shut up, I'm the fucking king, bitch.


Sentiu o braço do rapaz puxá-lo para mais perto, ficando com medo por alguns segundos, no entanto, essa sensação sumiu após algum tempo. Começaram a caminhar, e eis que as palavras saíam dos lábios do ruivo. Ele estava animado pelo visto. O que o poder não faz?, pensou e sorriu maliciosamente. Todo e qualquer ser humano é ambicioso. Basta falar de poder e tudo muda, certo? Escutou a explicação do rapaz atentamente, afinal, desconhecia as coisas do mundo bruxo. A caminhada durou um tempinho, e eis que pararam na metade do trajeto. Ergueu uma das sobrancelhas e sentiu a raiva subir pelo seu corpo. Ir com calma? Mais?, o pensamento atravessou a sua cabeça, fazendo com que ele suspirasse fundo. Afastou-se do mesmo, tirando os braços do ruivo de forma levemente rude. – Sem pressa? – Arqueou as sobrancelhas. – Eu quero o mais cedo possível. Eu cansei de ser fraco. – Aproximou-se dele, e então, rapidamente, assoprou na direção de seu rosto. Não era um veneno muito perigoso, era algo bem fraco e que serviria para uma saída interessante. O efeito do gás? Apenas escurecer a visão por dois ou três minutos. Era algo bem simples. Simples até demais.

Afastou alguns passos, tomando cuidado para não ser tocado por Liam. – Eu vou ter poder em breve. Você vai ver. – Virou-se rapidamente e acelerou os passos, distanciando-se cada vez mais do ruivo que o havia auxiliado. O adolescente ansiava por mais coisas, afinal, queria se vingar da caçadora e, também, queria se destacar no mundo. Talvez fosse um perfeito vilão... Saiu dali tranquilamente, olhando ao redor.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Convidado em Dom Abr 24, 2016 2:55 am


bang bang
Encontrando coisas novas numa noite calma.

Assim que ele tirou o meu braço em torno já devia esperar algo brusco. Ele me cegou, nem sabia se era permanente, mas me mantive calmo porque estava perto do cemitério e não seria uma boa acordar alguns mortos. Me abaixei no chão um pouco procurando se focar em enxergar, mas nada mudou ainda. Queria explodir, mas se ele queria me matar, ou uma luta de verdade não teria esperado saímos do cemitério.

Não sabia que horas eram, nem que tempo demorou pra visão voltar ao normal, mas me distraí com a empatia pra ler sentimentos próximos e talvez por sorte nada se aproximou de mim. Depois de voltar a visão finalmente, se levantou andando para casa cansado do trabalho, cansado por ser gentil e receber uma cegueira temporária, então ou eu dormia, ou caçaria o garoto e o mataria.

O frio que bateu no meu peito me convenceu a ir pra casa imediatamente, fechei o sobretudo e coloquei as mãos nos bolsos imaginando se o garoto conseguiria realmente alguma das Wonders sozinho. Era difícil dizer, nunca vi alguém desenvolvendo uma e nem instruindo alguém a aprender. Parecia um daqueles mitos de mudança, quase uma crença e realmente talvez esse tabu precisasse ser quebrado.

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FINALIZADA] - Night Surprise - 17/4/2016

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum